(11) 2440-5907

Vale a pena investir em Prevenção?

Parece consenso que Prevenção é melhor que Tratamento. Existem estudos que relacionam os valores envolvidos, mostrando que a cada real investido em prevenção, deixamos de gastar R$ 35,00 em tratamentos futuros. Sabemos os preços de vários procedimentos, como extração, implantes, tratamento de canal, facetas…mas quanto custa a falta que um dente faz na boca? E uma dor de dente às 03:00h da manhã? Não temos como mensurar os custos que essas situações acarretam na vida e no bolso. Por isso que a Prevenção é melhor, para não chegarmos nem a saber! Mas é simples fazer a prevenção? Tecnicamente falando: sim! Na nossa área, bastaria escova de dente, fio dental, pasta de dente e o principal, informação!!! Mas é fácil? Não. O que mais vejo no dia-a-dia da clínica são pais muito bem intencionados, dispostos a ajudar os filhos, mas que estão passando informações incorretas. E eles não sabem, basicamente por conta da nossa cultura. Não temos a cultura de procurar a informação correta com quem a tem. É muito comum vermos crianças que “aprenderam” a escovar os dentes com os pais, os avós, a babá, a professora…que, acredito, estão querendo fazer o melhor para a criança. Mas, onde essas pessoas aprenderam a escovar os dentes? Como sabem se o que estão ensinando é o correto, o mais atual? Ou estão ensinando o que acham que é o certo, ou o que fazem nos seus dentes? E isso é muito por causa desta cultura do “achismo”, muitas pessoas hoje tem opinião sobre quase tudo, baseadas em crenças e experiências pessoais. E no caso de saúde bucal, achismos não tem vez. Precisamos fazer o que é o correto, baseado em evidências científicas, testado e aprovado. Isso inclui a técnica de escovação, a quantidade de vezes que devemos escovar os dentes por dia, quais horários, quando usar o fio dental, qual pasta, qual a quantidade de pasta recomendada….são muitas as variáveis. Por isso, não siga essa cultura do achismo, vamos buscar as informações nos lugares adequados! Além da escovação, precisamos ter um cuidado muito grande com a dieta, pois ela interfere no risco de cárie que a criança tem. Mas são assuntos para outro momento, consulte nosso site, youtube, instagram e facebook, tem bastante informação relevante e importante nestas mídias!

Sem Comentário

Deixe seu comentário

-->